Branching out

Every now and then, work takes me to less well-known places. Most of this week I spent in the company of Kayapó Indians during my visit to the Capoto-Jarina Indigenous Land. The Kayapó consist of some 9.000 individuals living in the states of Mato Grosso and Pará and belong to the Jê linguistic group. A large portion of the Kayapó maintain a very traditionally style of life with little or no contact with the non-Indigenous society. Who would have thought that this trip – already fantastic in itself – would bring additional surprises to a palmeirense?

To get to the Kayapó, I first boarded a regular flight in Brasília, arriving in the city of Sinop after a quick stop in Cuiabá. From there, some three hours by car brought me to the small city of Colider – all these places situated within the state of Mato Grosso. These parts of the country are mainly populated by people from the south of Brazil, who have been and still are pushing the agrarian frontier further north. To my astonishment, both in Sinop and especially Colider I saw Palmeiras supporters everywhere. And in several commercial establishments I saw small “shrines”, like this one to your right. Of course I left my mark wherever I could.

During previous travels I’ve come to notice that Indigenous peoples in Brazil take great interest in football; after all, some of them have played their own version of it – known as Xikunahity or Hiara – for longer than can be remembered. Still, I wasn’t expecting to find many palmeirenses after having ventured 1,5 hours far in a small, chartered airplane over the dense forest between Mato Grosso and Pará. However, upon arriving at the Piaruçú Kayapó village – where a celebration was taking place with plenty of food, singing and dancing – I quickly had to re-evaluate: not only did the Kayapó seem to care about football but Palmeiras was the team of choice for many. Jerseys, shorts, bathing towels… The Palmeiras logo was everywhere to be found!

The following day I continued my journey – now by means of an open, lightweight trailer boat – down the Xingu river. Upon arriving at the Ropni village, I had the honour to meet for a few hours with chief Raoni, the 80+ “ambassador” of the Kayapó tribe and one of the greatest Indigenous leaders Brazil has ever seen. Chief Raoni continues amazingly young both in body and mind and is tirelessly seeking to protect his people and their traditional lands.

After the serious, work-related matters had been properly dealt with, I couldn’t stop myself from fetching my backpack and pull out a jersey, taking advantage of this unique opportunity together with a living legend (photo: Patrícia Benthien).

No matter what some might try to feed you, Palmeiras is a giant. Inside and outside of the state of São Paulo.

AVANTI PALESTRA!

Advertisements

52 Comments

  1. Eu ainda acho que o Palmeiras é a terceira maior torcida do Brasil. A prova está ai logo em cima com esta reportagem… Aqui é Palmeiras caralho.E tenho dito.

  2. Parabéns por este relato, desde do Oiapoque ao Chuí a grande familia de “PALESTRINOS” estão em toda parte e peço aos senhores diretores do Palmeiras que vejam que o VERDÃO não pode ser time de 2º divisão. PALMEIRAS é grande e forte e esta instituição tem que ser manter forte assim como os verdadeiros donos do BRASIL..

    1. Hehe, Murilo, adorei o seu depoimento! É isso aí, o Palmeiras tem de ser manter forte assim como os verdadeiros donos do BRASIL! Obrigado por visitar e deixar seu recado. Abraço!

  3. Kristian,
    Adorei a matéria!
    Somos tão bombardeados pela mídia com informações para apequenar o Palmeiras, que às vezes esquecemos nossa grandeza.
    Que bom que sempre aparece alguém pra nos lembrar disso!
    Obrigada e parabéns!

  4. Que legal hein, Kris ? Uma viagem cheia de descobertas e encontros especiais. Esse com o Raoni foi histórico. Oportunidade única. Parabéns.
    E a sua descoberta da paixão palmeirense nos recantos do nosso imenso Brasil, com certeza, foi uma emoção especial para você. Beijo grande. Tudo de melhor, sempre.

    1. Gil, que legal ter seu comentário por aqui! Sim, curti demais a viagem, embora voltei todo pintado (bom) e todo picado (menos bom). Mas, “no pain no gain”, não é mesmo? Abraço forte!

  5. Cara muito legal seu post, a cada dia sinto mais orgulho de ser palmeirense e saber que nosso verdão é amado dessa forma e por pessoas e culturas tão diferentes, morei em toronto no Canadá e um dia andando pela Dundas West vi um cara com a camisa do palmeiras aquela de 93/94 da parmalat e o abordei em portugues porem ele era Alemão e disse que conheceu o palmeiras depois que o ex time dele o borussia dortmund veio aqui e tomou de 6 no torneio euro america cup, me senti orgulhoso.

  6. Cara.. adorei o blog!! Sou palmeirense do interior de São Paulo (Palmital) e nunca fui quetionado por nenhum “senso esportivo” sobre po time que eu torço. Por isso acredito que o Palmeiras tem muito mais torcedores do que a mídia costuma relatar.

    Abraços.. agora virei fã.. vou continuar acompanhando!!

  7. CONGRATULATIONS FOR THE BLOG BENGTSON I AM UNDER WATER UNTIL PALMEIRAS ENTERED HIS BLOG THROUGH TATU FABIO AND LIKED TO READ TOO WILL PASS
    MORE- ABRAÇOS

  8. coisa linda coisa linda tudo isso meu irmao kristian nosso manto sagrado espalhado ate nas aldeias e representado na comissao de frente por esses herois desbravadores, espero que diretoria e conselheiros vejam isso e vote logo pelas diretas ja, abçs…..

    1. Caro Marcus, obrigado pela visita e as palavras carinhosas. Feedback assim serve como meu combustível. Espero que continue curtindo e divulgando o Anything Palmeiras! Abraço e até logo!

  9. Parabéns Krisytian, pelas fotos, picadas.rsrsr e Amar tanto nosso Verdão. Acho que está chegano a nossa hora, chega de levar tanta “porrada”, o Verdão merece coisa muito melhor.

    Vamos em frente, com a Fé e Certeza que este ano será melhor.

    Bjus
    Lucia.

  10. Que post maravilhoso! Nos palmeirenses estamos espalhados por todo o mundo, somos diferentes! A fase nao esta das melhores, mas a paixao dessa torcida e muito maior quer a incompetencia da nossa diretoria. Muito legal saber deste blog, parabens pelo seu trabalho e FORZA PALESTRA!

  11. somos palmeiras !! uma nacao de milhoes de torcedores. so nossa diretoria nao ve o tamanho do nosso palmeiras …. lamentavel

  12. EFFETTIVAMENTE SONO ITALIANA IN MEZZA ITALIA E LA JUVE BRASILIANA AM
    BRASIL E PALMEIRAS DI CUORE E CON SANGUE VERDE hehehehe

  13. Hi Kris!
    I´m impressed not only with your trip but also with the amount of comments around here. You´re really a true and loyal Palmeiras supporter, Keep the faith!!

    Cheers!

    1. WTF, Saandroo? You, one of my most loyal readers, impressed with the number of comments? You sound almost surprised! ; ) (OK, it is surprising me a bit also…. But there’s a lot of work behind, I can assure you). Cheers, have a great weekend!

  14. Fantástica reportagem. Maravilhosa também a experiência de visitar estes lugares…e especialmente estas pessoas!

    Como é bom perceber a grandeza do verdão….nossos dirigentes fazem tanto para nos diminuir…mas o coração palmeirense ainda pulsa forte por este Brasil e pelo mundo afora. Dá-lhe porco!

  15. Parabens,se possivel por favor atualizar o novo logo da Sociedade, creio que o pavilhão britanico o embeleze ainda mais, novamente obrigado pela materia,sempre leio , se possivel !

    1. Fantástico, Nishimura: o primeiro comentário em japonês! Vou tentar responder na altura!

      Fantastic, Nishimura: our first comment in Japanese! I’ll try to provide a dignifying reply!

      北、南、東と西:我々の最愛のパルメイラス、世界の四隅に存在している!

  16. Cara, moro numa cidade chamada novo gama-GO. Domingo passado (22) fiz a prova da caixa e na mesma sala que eu, contando comigo, tinham 5 pessoas com a camisa do verdão. Achei incrível!!! e o mais legal é que eram camisas de modelos diferentes; isso demonstra que nossa torcida realmente está em todos os lugares e crescendo mais e mais. Forte abraço!

    1. Digão, esse seu relato é o mássimo: mostra não só como a torcida continua forte e cresce, mais também que o palmeirense usa o manto sagado para dar segurança e sorte nos momentos importantes. Impressionante! Obrigado por deixar seu comentário: estou na torcida para que você tenha passado na prova! Abraço!

  17. Bela matéria, sou do Mato Grosso e aqui se vê muito palmeirense e uma turma jovem de palmeirenses.
    Parabéns.

  18. Caro Irmão palestrino Kristian, parabéns pelo teu blog!!! É disso que precisamos, palestrinos que nos lembrem diariamente o quanto somos grandes e gloriosos. A minha impressão é que mesmo com esta fase ruim que vivemos, a quantidade de palmeirenses portando suas camisas aumenta a cada dia e é maior que a de nossos rivais.
    Grande abraço! Salve Palestra!

    1. Caro Regis, obrigado pelo feedback positivo. E acho sim que você tem razão: a nossa torcida continua crescendo. Não sei explicar o porque mas sei que estamos formando uma torcida dedicada e raçuda! Tem de ser raçudo, tem de ter personalidade para escolher o Palmeiras hoje em dia. Abraço!

  19. Hi Kristian,

    Man, I got along to your excellent service thru colleagues of the brother blog “Verdazzo”, I’m Brazilian, but to know such a very good source of news & insights written in English pleased me for I have many friends abroad, almost 100% of them I converted to our passion. They all have your address and now can enjoy Palmeiras’s news from a reliable source. Keep this way.

    Regards, N.Sgobbi – São Paulo, SP.

    1. Newton, thank God you finally found us! Excellent news that you’re converting your far-away friends; I can assure you that I’m on a similar mission. I’ll keep it up, and so will you! Abraços and volte sempre!

  20. E aí Kristian, tudo certo?

    Muito bom saber que você descobriu esses palmeirenses aí escondidos. Eu nasci perto de onde você foi (Juara – MT, 300 km de Sinop), mas não sou índio 🙂 . Também sou palmeirense e acredito que nossa torcida seja muito maior do que dizem (também nunca me perguntaram pra que time eu torço). Minha cidade praticamente parou em 99 com a Libertadores e a torcida ainda continua forte por aqui, mesmo com essa má fase prolongada do nosso time.

    E parabéns pelo seu Português. Você escreve melhor do que 80% dos brasileiros….

    Abraços

    1. Marcos,

      Valeu mesmo você ter se dado o tempo de deixar seu depoimento aqui, obrigado! E acredito mesmo que você está certo. Somos muitos milhões e continuamos grandes. Gigantes. E é isso que, com tempo, vai mudar o clube de dentro para fora.

      Abraço forte, volte sempre! 🙂
      Kristian

  21. Kris, Cara, Sensacional!! Achei demais isso…. o nosso Palmeiras está em todo o mundo, mostrando aos críticos que adoram denegrir a imagem palestrina(muito provavelmente gambás) que nossa grandeza está na nossa magnífica história!!! Amo demais meu Verdão!!!! e tenho certeza que você também. Forza Palestra.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s